Noites Tropicais. Zona Temperada

Juliana Pippi, inspirada na paleta de cores da floresta, cria o cenário perfeito para curtir as noites a céu aberto

Frescor, roda de amigos, verde ao redor. Juliana Pippi não só imaginou, mas criou um cenário
aconchegante em meio à floresta no seu espaço chamado de “Noites Tropicais”. “Os móveis
da Tidelli me remetem à área externa, alegria, brasilidade. Então surgiu a ideia da composição,
marcada pela presença absoluta do verde – no tom e também nas plantas -, do chão ao teto.
Eu queria tudo muito verde”, admite a arquiteta.

E o verde pleno – e suas variáveis – puxou a combinação de cores. O roxo, o rosa e uma
pontuada do amarelo mencionam a estética da paleta da mata – riquíssima em variações de
matizes. Juliana se apropriou do jardim vertical de samambaias, permanente na loja, que serve
como pano de fundo para o redário, lapidado em madeira maciça pelo artesão Elias Lanzarini. A rede – trama outrora usada para a pesca – agora somente tem a função de embalar o corpo em descanso.

A profissional cobriu o chão de folhas, revestiu o teto com papel de parede estampado com desenho de palmeiras, selecionou cortinas Tidelli tecidas por meio da técnica macramê, estas instaladas nos dois lados do ambiente. Reforçou o artesanato incluindo na decoração vasos de cerâmica e cestarias para guardar mantas. Afinal, as noites tropicais também podem ser aproveitadas nas baixas temperaturas,
amenizadas com uma lareira, uma taça de vinho. Melhor ainda com o calor humano, um violão, conversa solta entre amigos. Especial convite deixado pela arquiteta.

“Busquei trabalhar lançamentos
como as mesinhas laterais, de centro
produzidas com materiais mais
naturais – as pedras e a madeira.
As peças tramadas, como o tapete
verde que demarca o espaço, a
cortina e os balanços Concha, em
degradê de cordas, desenvolvidos
exclusivamente para o espaço”,
complementa.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *